Translate

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Wael Daou - Ancient Conquerors - EP 00036

     Para quem não conhece, Wael Daou é um guitarrista nascido em Belem (PA) e integrou, bandas como Madame Saatan e Alma Cog e agora nos brinda com este Ancient Conquerors, um EP de 6 faixas que faz um bem danado para os ouvidos e já dando mostras de que a estréia já o deixa como um dos melhores deste país, tão grandemente um celeiro de músicos e compositores excepcionais, mas que ainda não veem o reconhecimento de seu próprio país...
     Daou é filho de libaneses, criou, editou e tocou praticamente tudo neste EP (somente o baixo que ficou a cargo de Marcos Saraiva) e nos presenteia com uma gama enorme de influencias e estilos, estes que vão do jazz ao death metal sem a menor cerimônia, e o melhor de tudo isso que todas as músicas possuem unidade e personalidade, climas e pesos absurdos emanam de Ancient Conquerors, mas são belíssimamente ligados a temas mais clean e recheados de belas melodias.
     Como todo cd de guitarrista o virtuosismo impera de ponta a ponta, mas as composições deixam tudo aqui equilibrado e não autoindulgente, todos os intrumentos são destaque neste trabalho, com produção excelente e que ainda vem embalado num trabalho gráfico de respeito, a cargo do artista Gustavo Sazes.
     Dividido em capítulos este EP é conceitual e cada música tem o nome de um grande conquistador e não só isso, o clima de cada uma delas, nos leva direto a cultura do conquistador homenageado na canção... Para mim Hiram I é o destaque absoluto deste trabalho, sendo também a mais viajante de todos os temas.
Realmente um ótimo trabalho, feito por quem entende do assunto e ainda tem bom gosto na hora de criar sua obra!!!



Tracklist:
01. Genghis Khan
02. Salah El Dine
03. Atilla the Hun
04. Xerxes I
05. Domitian
06. Hiram I

Contatos
www.youtube.com/waeldaouguitars
www.facebook.com/waeldaouguitars

1 comentários:

luã das neves disse...

na minha opnião Salah El Dine é a melhor... pela tematica e pelo virtuosismo que me passa

Lembre-se que a minha opinião não é a dona da razão, cada um tem um gosto diferente, e temos que respeitar as diferenças.